passagens aéreas

 

A lógica de venda de bilhetes aéreos é muito específica e variável. Cada voo possui mais de 10 perfis ou classes de tarifas diferentes que vão das mais em conta até a tarifa cheia, mais conhecida como classe Y. Para cada perfil de tarifa é dado um número X de vagas. Na medida em que há grande procura os preços vão aumentando gradativamente.
Por isso, conseguir bilhetes mais baratos exige muita pesquisa.

Se o voo saindo do aeroporto da sua cidade estiver mais caro, procure voos de aeroportos de cidades vizinhas. Nas cidades com maior frequência de voos aumentam as ofertas.

Se você tem flexibilidade de tempo, tem mais probabilidades de pagar mais barato: Se naquele dia o voo está mais caro, é certo que um ou dois dias antes ou depois ele estará mais barato.

As companhias aéreas costumam dar descontos em voos menos solicitados, como os que partem entre os horários das 10h às 16h ou de madrugada. Embarques nas terças, quartas, quintas e sábados também costumam ser mais baratos porque a procura é menor.

Tente comprar com antecedência. Os preços das passagens aumentam à medida que a data do voo se aproxima. Para voos nacionais o ideal é comprar com uma antecedência de 30 a 60 dias ou até 90 dias tratando-se de alta temporada. Para voos internacionais entre 90 e 120 dias de antecedência, dependendo do destino.

Veja também:

Como escolher o melhor assento no avião

Quanto o dólar mexe no seu bolso na hora de viajar

 

Veja mais notícias